2005-01-04

 

Nicotina ou descuido?

O Guardian fala hoje de um estudo feito por Investigadores do Children's Environmental Health Center no Cincinnati Children's Hospital Medical Center, que descobriu uma relação estatística inversa entre capacidades cognitivas de crianças e a concentração de cotinina (uma substancia produzida quando a nicotina é processada pelo corpo) no sangue, urina, etc. Concluem assim que o fumo passivo reduz as capacidades cognitivas das crianças.

Como já escrevi aqui, acho que deveria haver muito maior controlo do fumo passivo, sobretudo na presença de crianças. Mas estudos deste género não demonstram uma relação causal entre as duas coisas. Provavelmente as crianças mais afectadas por fumo passivo vivem com pais que são suficientemente estúpidos (com o que se sabe hoje em dia) para criar uma ambiente de fumo para os seus filhos... Talvez por isso, a reduzida aptitude cognitiva de crianças sujeitas a fumo passivo não seja causada pelo fumo em si, mas por factores genéticos e ambientais.

Não estou a dizer que quem fuma é estúpido, estou simplesmente a dizer que a existência de crianças com altos níveis de exposição a fumo é provavelmente uma indicação de um ambiente familiar descuidado, de onde poderá resultar a tal redução demonstrada de aptitude cognitiva.

Nota final: não percebo porque o Guardian fala hoje deste estudo, uma vez que foi feito em 2002...

Comments:

Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?