2013-05-06

 

Coreografia Política e o Centralão

JPP em "O MATERIAL TEM SEMPRE RAZÃO" insurge-se com a coreografia política do desacordo Portas-Passos que, argumenta, é pre-arranjada e não tem sentido de responsabilidade. Sou de duas opiniões a este respeito... Por um lado concordo que tudo é uma grande coreografia política---o que não é Kabuki na política? Mas por outro lado acho que em Portugal não estamos muito habituados a governos de coligação. Desacordo entre lideres de partidos envolvidos em coligações governamentais são muito comuns e salutares: ver Inglaterra agora sobre o assunto da integração europeia, ou governos alemães e belgas anteriores, ou Israel e Itália... Sempre gostei de governos de coligação por ainda assim oferecerem algum controlo ao nepotismo partidário. Neste caso, talvez seja ingénuo, mas acho que há realmente desacordo e que Portas é de facto um travão a Gaspar, que não é mau.

O PSD sempre tenta ridicularizar Portas/CDS, mas mesmo assim estamos melhor com esta diversidade partidária, do que unicamente com o Centralão. Aliás, é o centralão (i.e. PSD + PS) que deve ser responsabilizado pelo estado da nação. Em todos os governos recentes, estes dois partidos---e apenas estes dois---foram os partidos maioritários de onde vieram todos os primeiros-ministros e todos os presidentes (desde Eanes) que tivemos. Ora, em ulltíma análise, para o bem e para o mal, são eles que têm que ser responsabilizados pelo estado da nação. Dado que o estado é lastimável (intervenção estrangeira, desemprego, competitividade, etc.) ambos estes partidos deveriam ser castigados pelo eleitorado Português para os obrigar a uma regeneração (como aconteceu na Islândia e na Irlanda). Nomeadamente, algo que os obrigasse a restringir a sua dependência do fluxo aparentemente inesgotável de "talento" que jorra do esgoto que são as "jotas". Mas a conversa continua sempre como se houvesse alternativa ideológica e deontológica no centralão; como se se o PS fosse para o poder agora algo seria muito diferente... Qualquer coisa que provoque uma regeneração a sério deste centralão, cujo impacto em Portugal parece ser bem negativo como mostram os dados, seria muito bem vindo.

Labels: ,


Comments:

Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?